> Auto-realização
......................................................................
> Envelhecer
......................................................................
> Stress
......................................................................
> Preocupação com os filhos
......................................................................
> Sentimentos
......................................................................
> Comunicação nos relacionamentos
......................................................................
> Síndrome do Pânico
......................................................................
> Frustração
......................................................................
> Depressão
......................................................................
> Tempo
......................................................................
> Dependência
......................................................................
> Hipnose
......................................................................


AUTO-REALIZAÇÃO

Um elefante não quer ser uma roseira e uma roseira não quer ser um elefante. Mas o homem está sempre querendo ser algo que não é; pagando um preço muito alto para ser aceito.

E é nesse momento que ele abandona e esquece seus interesses, desejos e necessidades genuínas. Está rodeado de pessoas mas perdeu o brilho dos olhos. Vive de acordo com idéias pré concebidas, como por exemplo, "uma pessoa feliz é aquela que tem sempre uma festa para ir nos finais de semana".

Num mundo de "deverias" não existem pessoas inteiras. Existe realização de conceitos mas nunca a auto-realização.

O resultado dessa alienação de sentidos, onde o indivíduo não respeita, e por vezes não reconhece, seus sentimentos e necessidades, é o bloqueio de seu potencial e a distorção de uma perspectiva.

E chegará o momento em que descobrirá que não gosta da profissão que escolheu, não está satisfeito com suas relações pessoais, já não consegue se divertir, etc.

Infelizmente esse indivíduo passou muito tempo construindo um castelo sobre bases não muito sólidas e agora percebe que poderia ter evitado se reconhecesse e aceitasse a responsabilidade sobre sua vida. Com vitórias e derrotas mas com a certeza de que lutava por si mesmo.

Marise Péret de Almeida

:::: Psicologia Agora ::: Av. Raja Gabáglia, 1011, sala 310 ::: Telefone: (31) 3292-0412 ::::
by HDWD